quinta-feira, 3 de março de 2011

Manifestação de professores dia 12 de Março

Face ao crescente ataque, a resposta dos professores tornar-se-á mais forte

O cerco movido pelo Governo aos professores, à Escola Pública e aos professores aperta-se.
Roubo nos salários, horários de trabalho insuportáveis, violação de acordos e compromissos, encerramentos e mega-agrupamentos de escolas, medidas que visam despedir milhares de professores já em Setembro são o quotidiano num sector do qual, é cada vez mais visível, o governo desistiu.
Absolutamente entregue ao Ministério da Finanças, a Educação conhece alguns dos seus dias mais negros e é neste contexto complexo que os professores voltam à luta: com a greve às horas extraordinárias; com o Campo Pequeno a transbordar de indignação e protesto e com o mais que vier a ser decidido na sequência do debate em curso.
Com novas medidas a serem impostas e tanta a luta pela frente, o Secretariado Nacional da FENPROF reúne em Lisboa a 3 e 4 de Março, dele devendo sair reforçadas as propostas de acção e de luta.

Sem comentários:

Enviar um comentário