sexta-feira, 30 de maio de 2008

30ª sessão e última sessão de radioterapia!

Parece impossível mas não, hoje, último dia, cumpriram o horário!!!!!!!!!!


Adeus sabão azul e branco, adeus sabonete de glicerina, venham cremes e creminhos, gel e espuma de banho!

cya

quinta-feira, 29 de maio de 2008

Ursinho Gummy

Depois deste filme vou ficar elegante!
Já não tenho coragem para comer paletes de ursinhos gummy!
Vejam lá se sabem de filmes sobre coca colas gummy, duendes gummy, framboesas gummy....
video

2º Dentinho da Ana

Ontem, depois de lavar os dentes a Aninhas veio-me mostrar o 2º dentinho que estava a abanar, o definitivo já tinha rompido por trás. Lá a convencemos a deixá-lo arrancar.
Chorou antes mas depois respirou fundo (como lhe disseram para fazer quando levou as vacinas) e o pai lá o tirou. Ainda telefonou para o avô a dar a boa notícia e dizer que não tinha chorado :) porque para ela o chorar antes não contava lol também pediu uma prenda, não há fada dos dentinhos que aguente!

Já tenho alta da radioterapia

Hoje fui à consulta para receber o relatório do tratamento e amanhã é o último. Yuppiiii!
Vou ter que usar um creme durante uns quatro meses, até a pele voltar ao normal e continuar a ter cuidado com o calor e o sol. Também fiquei a saber que mesmo só tendo tirado um gânglio (o gânglio sentinela) também me pode aparecer linfedema (inchaço) no braço (uma grande chatice), portanto terei que ter mais cuidado com os esforços efectuados.

Quanto à situação de ontem, relativamente à interpretação dos técnicos do que é o atraso deles e o meu, recebi um pedido de desculpas e o Dr. Catita disse-me se lá voltasse para a semana já estava tudo resolvido :) a mim não me vai servir de nada, mas pode ser que beneficie os outros.

O problema é que lá cada técnico segue uma de três teorias sobre a chamada dos doentes:
-A responsável disse-me no dia das marcações que poderia telefonar para saber o quanto estava atrasado e assim pouparia tempo de espera lá. Eu segui à letra este conselho :)
- Outros disseram-me que nem precisava de telefonar pois estava sempre 30 a 40 minutos atrasado, por isso poderia ir sempre mais tarde. (Optimistas, estava sempre 90 a 120 minutos atrasado).
- Por fim, umas criaturas achavam que se eu não estava lá à hora marcada era porque eu estava atrasada e teria que ser penalizada. Ou seja, eu ontem telefonei e disseram-me que estavam com uma hora de atraso, logo eu só lá apareci às 19h20 (porque sou das 18h20) e esperei e esperei e desesperei lol Porque chamaram o das 18h10, 18h30, 18h40, ...19h40, ... e a je nada.

Pois é, eu não devia perder o meu tempo a chatear-me com estas coisas, mas não consigo evitar que me salte a tampa e lá disse o que devia e não devia à criatura. Enfim, foi a 4ª vez que me aconteceu e hoje tive mesmo que esclarecer a situação com o director do serviço, pena não ter dito nada logo na primeira vez. A falta de coerência na aplicação dos critérios é o que dá.


quarta-feira, 28 de maio de 2008

Horas de atraso

Estas horas de atraso para fazer o tratamento têm-me deixado stressada. Hoje lá tive que fazer outra peixeirada! Amanhã tenho consulta com o meu médico (chefe do serviço de radioterapia) e vou-lhe explicar a situação. Caso a resposta dele não me convença vou fazer reclamação por escrito.
Grrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr

O bom é que só faltam dois :)))))))))))
Amanhã já vou ter a consulta para ter alta e o último é na 6ª.
Disse-lhes que na 6ª estava lá às 18h20 e queria ser atendida à hora lol (Sou uma brincalhona!)

domingo, 25 de maio de 2008

Parabéns pai!

Adoro-te! E vamos à luta!

sábado, 24 de maio de 2008

Ontem foi um dia bom

Pois é, também nem tudo pode ser azares lol
Ontem a equipa do meu "amigo" Pedro chamou-me para ir fazer o tratamento mais cedo. Recebi o telefonema em casa às 16h45 e às 17h20 já estava a sair do hospital! 5* Jantei com as minhas pulgas :)
Isto foi a compensação das 3h que tive que lá passar na 2ª e na 4ª.

Ontem também fui ao IKEA pela primeira vez, é enorrrme!
Gastei paletes de dinheiro, mas como paguei com o cartão nem senti lol (Quando eu dizia à Adriana que não podia comprar coisas porque não tinha dinheiro ela dizia-me para pagar com o cartão!)
Comprei umas prateleiras que dão para por uns caixotes engavetados e estamos desde ontem a tentar dar uma "piquena" arrumação na minha sala.




quarta-feira, 21 de maio de 2008

Hoje foi um dia do caraças!

Hoje fui à junta médica da ADSE, estava marcada às 14h por ordem de chegada.
Cheguei lá por volta das 13h20. Saí na estação do metro na Alameda para a Av. Guerra Junqueiro e o prédio estava nem a 2 metros do muro e eu não vi! Lá dei cem voltas (mais precisamente uma de 360º com raio de 500m) e voltei ao ponto de partida. A senhora foi super porreira pois como eu disse que tinha que sair de lá o mais tardar às 17h, porque tinha que fazer o tratamento, disse que seria a 1ª e assim foi. Estive lá dentro 3 minutos, o tempo de assinar o papel e ler o que lá estava na diagonal, pois já me estavam a por na rua.

O meu pai hoje de manhã foi à consulta de pneumologia no IPO para saber o resultado do PET que tinha feito por causa de uma manchinha nos pulmões.
Só tive coragem de lhe ligar às 15h, quando cheguei a casa. O problema é que ele não estava em casa e tive que ligar para o telemóvel, quando atendeu disse-me que não podia falar porque estava para ser atendido no banco e que falávamos à noite.
Fiquei com um stress, grrrrrrrrr, liguei para o meu irmão para ligar para o meu pai e tentar saber alguma coisa, mas o meu irmão não me disse nada o resto do dia. Como eu ocultei a minha doença aos meus pais (só souberam depois de ter feito o 1ºtratamento) agora tenho medo que o meu pai não me diga o que se passa com ele :(((
Só quando cheguei do tratamento (às 21h20!!!) é que ganhei coragem para lhe ligar.
Vai ter de repetir o PET numa clinica privada!!! O médico disse-lhe que o aparelho já tinha uns aninhos e que já não confiava muito nos resultados daquele!!!!!O relatório dizia para repetir o exame, a tal manchinha do lado direito tinha desaparecido, mas tinha aparecido uma no lado esquerdo! Meu Deus!
Agora vai esperar mais 2 meses!! Que stress!!!
cya

terça-feira, 20 de maio de 2008

Parabéns Carla!

Muitos beijinhos e felicidades!
Que este dia se repita por muitos e bons anos!

PS-Foi a afilhada que escolheu a imagem do bolo e queria fazer um verdadeiro lol
Qualquer dia recebes um!
jokas

sábado, 17 de maio de 2008

sexta-feira, 16 de maio de 2008

Efeitos secundários da radioterapia

"Se há factos determinados e inevitáveis na natureza, os efeitos secundários observados em doentes submetidos a radioterapia fazem certamente parte da lista. Mas dizer só que existem não é de modo algum esclarecedor do seu real significado, sendo esta a atitude corrente, provavelmente por ser demasiado simples, já que é puramente descritiva e não explicativa. Para entender a génese e o significado dos efeitos secundários decorrentes do uso terapêutico das radiações há que perceber o modo de acção das radiações ionizantes, os mecanismos da sua acção terapêutica e dos seus efeitos secundários. Os dois são zonas adjacentes de uma mesma escala. Os doentes submetidos a radioterapia estão sujeitos a dois tipos de efeitos secundários, designados de acordo com a altura do seu aparecimento: precoces e tardios.


Pele




Este é o órgão comum a todas as localizações tratadas com radioterapia externa, respondendo da mesma forma independentemente do local. Alguns factores locais ou gerais podem modular a intensidade e duração dos sintomas e sinais desenvolvidos, mas, a altura do seu aparecimento é quase uma constante, ocorrendo cerca de três semanas após o início da radioterapia.
De início, apenas é notável um ligeiro eritema concomitante à sensação de calor ou prurido. A evolução é com frequência para um eritema mais intenso com descamação, sem exsudação, acompanhada da exacerbação dos sintomas anteriores. A maior parte dos casos não sofre agravamento, sendo a medicação limitada à utilização de tópicos emolientes (pantenol), eventualmente com corticoide, embora este deva ser usado com precaução pois interfere nos mecanismos naturais de cicatrização, de cujo equilíbrio depende a integridade do organismo. A aplicação de violeta de genciana, especialmente nas zonas intertriginosas é eficaz para prevenir infecções secundárias, ajudando a manter estas zonas secas e limpas.
Raramente esta dermite evolui para uma forma mais grave, com aparecimento de exsudação, obrigando à interrupção da radioterapia. Nestas circunstâncias a aplicação de tópicos contendo óxido de zinco é benéfica. A utilização de antibióticos é desnecessária, excepto se se comprovar a presença de infecção. Melhor que estas medidas de tratamento activo parece funcionar a prevenção. Estes efeitos secundários, tal como ocorre com todos os outros, são função de um binómio agressão/recuperação.

Por um lado, o efeito das radiações sobre as células determina a morte de uma determinada percentagem de células após cada fracção, por outro, as soluções de continuidade no tecido desencadeiam uma série de mecanismos locais, idênticos qualquer que seja a agressão, levando ao recrutamento de células pluripotenciais, cuja descendência tende a suprir as necessidades existentes. Este recrutamento pode levar alguns dias até atingir a sua eficácia máxima, pelo que é frequente, após o agravamento inicial, a estabilização e mesmo a melhoria de sinais e sintomas ao longo da quarta semana de tratamento, mesmo sem qualquer interrupção na radioterapia. Esta situação mantém-se até final do tratamento, se não existirem outras formas de agressão e o estado de nutrição do doente for suficiente para fornecer a energia necessária ao bom funcionamento destes mecanismos fisiopatológicos.
É justamente nos outros processos de agressão que pode ser feita a maior intervenção que, sendo preventiva, é mais eficaz que qualquer terapêutica. O procedimento é válido para qualquer tecido em qualquer ponto do corpo: há que identificar o agressor, potencial ou real, e evitá-lo ou removê-lo. Conhecer a fisiologia local facilita bastante a tarefa.
Constitui agressão para a pele qualquer elemento ou actividade que: favoreça a sua fragilização, seja um dano propriamente dito ou interaja com as radiações potenciando a sua acção. No primeiro ponto, qualificam-se sem dúvida as zonas intertriginosas, onde a humidade local e o atrito constante constituem elementos facilitadores do aparecimento de reacções secundárias à radioterapia. O mesmo raciocínio é aplicável a locais sujeitos a atrito ou traumatismos mais ou menos evidentes, de uma forma rotineira, como seja a pele da face, sujeita ao barbear diário, nos homens, e aos elementos exteriores (radiação solar, frio, calor, humidade, etc.). Dito isto, torna-se evidente que qualquer zona sujeita a um traumatismo, seja ele uma intervenção cirúrgica, um processo infeccioso ou um traumatismo acidental, mecânico, térmico ou químico, é candidata a exprimir reacções secundárias à radioterapia mais facilmente e com maior intensidade. Caindo na última categoria, mas igualmente a temer, está o uso de tópicos, pomadas, cremes, pastas ou loções, que, mesmo não sendo lesivos por si sós, contêm elementos que interagem com a radiação, aumentando a dose absorvida pela pele. O melhor exemplo são os tópicos contendo moléculas de metais (p.e. zinco).

Os feixes de fotões de alta energia, possuem um efeito poupador da pele, por a dose mais elevada ser absorvida, não à superfície, mas a uma dada profundidade, determinada pela energia (efeito de build-up electrónico). Na prática, esta profundidade é de 5mm para a radiação emitida pelo Cobalto-60, atingindo 25mm para feixes de raios X de 25MV produzidos pelos aceleradores lineares, estando qualquer destas distâncias abaixo da camada granulosa da pele, responsável pela sua regeneração, donde o efeito poupador. A utilização de tópicos contendo metaloides na zona de tratamento tem um efeito designado de bolus, aproximando da superfície a zona de maior dose, devendo pois ser cuidadosamente retirados antes da administração da radioterapia.
Relativamente aos anexos da pele, nomeadamente os folículos pilosos, por se encontrarem a uma profundidade maior que a da camada basal da pele, não beneficiam do efeito de build-up. Doses acima de 3000cGy em 3 semanas provocam o desaparecimento temporário do cabelo, na zona irradiada, enquanto que 6000cGy em 6 semanas ou mais determinam uma epilação permanente.
Tórax

No caso particular da radioterapia de tumores da mama, devido à possibilidade de sobreposição de campos a nível do vértice do pulmão, existe uma maior probabilidade de aparecimento de uma lesão a esse nível. Essa lesão é por regra assintomática, podendo evidenciar-se um quadro de pneumonite aguda, controlável com antibióticos e corticoides em doses elevadas. É frequente a persistência de uma zona de fibrose, assintomática, visível na radiografia simples do tórax, numa grande percentagem das doentes submetidas a este tratamento, mesmo não tendo revelado a pneumonite aguda.

Efeitos tardios: Generalidades

As complicações tardias aparecem 4 a 6 meses após a o fim da radioterapia, podendo evoluir no sentido da sua resolução ou agravamento, estabelecendo-se na maioria dos casos entre 18 e 24 meses após o tratamento, variando com os tecidos considerados. São independentes dos anteriores, devem-se a alterações de fundo no tecido conjuntivo e na microvascularização, sendo clinicamente evidentes como fibrose mais ou menos severa ou mais raramente telangiectasias.
Algumas destas complicações tardias não se evidenciam espontaneamente, mas apenas se ocorrer algum traumatismo sobre a zona previamente irradiada, manifestando-se então a insuficiência do tecido para a cicatrização.
Para além do mecanismo referido anteriormente, aponta-se ainda como causa desta ocorrência para a permanência de alterações no genoma celular, motivadas pelas radiações, que não impedindo as funções vegetativas da célula, comprometem definitivamente a sua capacidade de replicação.
O factor mais importante para o aparecimento das complicações tardias parece ser a dose por fracção, para doses totais biologicamente equivalentes. O emprego de uma técnica correcta mantém a taxa de incidência de complicações de grau 3 e 4 (escala da OMS) abaixo dos 5% e 1% respectivamente, sendo o seu tratamento essencialmente conservador.
São tomadas algumas medidas práticas para aumentar a tolerância dos tecidos sãos e, embora o termo se refira por definição a efeitos secundários tardios, algumas destas medidas também alteram os padrões dos efeitos secundários precoces.
Fraccionar a dose, i.é., administrar a dose total em pequenas fracções num período de várias semanas, permite aos tecidos sãos uma recuperação pelo menos parcial das lesões impostas pela radioterapia, que lhes possibilita manterem a integridade do organismo exprimindo alterações a um nível tolerável, e ao mesmo tempo uma redução da massa tumoral.

A unidade de medida usada em radioterapia é o Gray, correspondente à deposição de 1 Joule num quilograma de tecido, sendo mais frequente a utilização do seu submúltiplo, o centigray (1Gy=100cGy). A unidade anteriormente usada, o rad, corresponde a um centigray
O fraccionamento convencional em radioterapia externa consiste na administração de 180-200cGy por dia, cinco dias por semana, sendo este o valor para o qual se consegue o melhor compromisso entre uma taxa relativamente baixa de efeitos secundários tardios e uma taxa de controlo tumoral relativamente elevada. Estudos recentes apontam para uma optimização dos resultados em algumas localizações tumorais, usando mais de uma fracção diária com doses inferiores por fracção, técnica designada de hiperfraccionamento.
Tal como em relação aos efeitos secundários precoces, também aqui as medidas preventivas são de primordial importância. A lenta mas constante perda de eficiência da rede microvascular devida à expressão das lesões radicas pelas células endoteliais, e um depauperamento insidioso da quantidade de fibroblastos no tecido conjuntivo pelas mesmas razões, contribuem para a fragilização dos tecidos, tornando-os susceptíveis de, à mais pequena solicitação, desenvolver situações mais ou menos graves.
As medidas tomadas são no sentido de prevenir ou minimizar os traumatismos locais e variam de acordo com a zona irradiada. Na prática todas as medidas aplicadas durante o tratamento para prevenir ou reduzir a intensidade dos efeitos secundários precoces, podem ser empregues, e mesmo tornadas hábitos."

In Radioterapia e oncologia

21ª Sessão de radio e a radionite ( um dos efeitos secundários da radioterapia)

Hoje já fiz o tratamento, já posso jantar com as minhas pulgas:)

Telefonaram-me ao meio-dia e qualquer coisa do hospital, quando vi o número calculei logo que era da radioterapia e liguei para eles. Tinha consulta para novas marcações às 11h30, mas tinham-se esquecido de me avisar. Lá me despachei e fui lá ter. Calhou bem pois fiz o tratamento logo de seguida.

Como esta semana a minha pele tem piorado muito, apesar de estar o por o biafine umas 4x ao dia, a técnica disse-me para por também um liquido roxo que se chama violeta de genciana.
Já tinha isso cá em casa, pois tinha comprado para por numa delas à uns tempos.
Pensava que estava aberto mas não, então tive uma daquelas ideias brilhantes que costumo ter quando me acontecem desgraças lololol
O frasco é como os do soro fisiológico e tem-se que cortar o bico, mas eu muito prática resolvi cortar com os dentes (snhifff), resultado fiquei com os dentes roxos!!! A minha cor preferida!(grrrr) Lá escovei os dentes 100x e aquilo lá saiu (digo eu lol).

Já estive a por em algumas partes, mas não em todo o lado como me disseram, pois aquilo pode demorar muuuuiiito tempo a sair! Por agora tenho a axila toda roxa! É onde está pior, talvez pela fricção do braço. Enfim ....
Agora só falta mesmo é ficar "tatuado" no sitio onde já me caiu um pouco de pele!
Lá se vai o topless na praia lol

jokas

Parabéns Feliciana e Rui!

Pequenote por causa das dietas hehehe


Muitos parabéns e muitas felicidades!
jokas

quarta-feira, 14 de maio de 2008

Faz hoje 2 meses

Sinto tanto a tua falta mãe.

terça-feira, 13 de maio de 2008

Já tenho mail!

Ao fim de 8 dias lá se fez luz para alguém!

Parabéns Fátima e Rosário!


Que este dia se repita por muitos e bons anos :)))

Divirtam-se no almoço e não comam os doces todos!
Para a semana faremos a versão 2, com as duas cromas que não podem ir hoje.

jokas

domingo, 11 de maio de 2008

Parabéns Beatriz!



Um resto de dia feliz para a princesinha Beatriz e pais.
A minha sobrinha linda fez hoje um ano.
jokas

segunda-feira, 5 de maio de 2008

Tá tudo bem!

Cheguei agora da consulta com o Dr. Costa Marques e ele disse-me que está tudo bem.
O valor do marcador pode ser alterado não apenas com as celulas cancerigenas mas, até, com uma simples constipação ou com o nariz entupido da sinusite.
Quanto ao TAC, os ganglios que lá estão agora já lá estavam em Janeiro e não sofreram alterações.
Por isso, desta, estou safa lol

Mandou-me voltar um mês depois da radio, mas vou voltar mais cedo, pois se tiver que fazer nova quimio só fico despachada lá meio de Agosto. Vamos ver.
Jokas

sexta-feira, 2 de maio de 2008

Fotos da minha princesa


Parabéns Princesa!


Faz hoje sete anos que nasceu a minha princesa mais velha, foi o dia mais feliz da minha vida.

Depois de dois anos a tentar engravidar e depois de gravidez mal sucedida, apareceu esta princesa.
Nasceu às 13h12, com 2950g e 44 cm, linda, linda! (Confesso, sou mãe coruja lol.)

Muitos anos de vida, com muita saúde são os desejos da mamã que te ama e deseja estar cá para te ver crescer.