terça-feira, 8 de junho de 2010

15º e último Zoladex


No dia 26 de Maio fui à clínica para me administrarem o meu último Zoladex, yeahhh!!! (não sei se ria se chore!).
Quando o oncologista me propôs a toma do Tamoxifeno, eu fiquei um pouco apreensiva e ponderei se deveria tomar ou não. Relembrei logo os efeitos que tinha provocado na minha mãe, mas como cada caso é um caso e o tipo de cancro da minha mãe é diferente do meu, arrisquei.
Após seis meses estava tudo bem, mas como eu andava a ponderar fazer a laqueação das trompas e a minha ginecologista (um beijinho para ela, que além de médica também é uma amiga) disse que teria de ser como uma cesariana, eu comecei logo a pensar em tirar o útero (pois é, eu sou muito radical e gosto de me antecipar às coisas). Após várias conversas, já estávamos a pensar em fazer histerectomia radical (útero + ovários), mas a ginecologista precisava (queria) o aval do meu oncologista. Quando falei com ele sobre a situação, este não concordou, pois achou que era muito nova e que poderia querer ter mais filhos!!!!! Perguntou-me se já tinha discutido o assunto com o meu marido, pois ele poderia querer ter mais filhos e mandou-nos ir dar uma volta (a bem dizer)! Eu bem respondi que o meu marido até podia querer ter mais filhos, mas isso não implicava que teria que ser comigo hehehe Em virtude desta resposta a ginecologista não quis assumir a responsabilidade e mandou-me esperar mais um tempo.
Na segunda ecografia, já tinha alterações na espessura do endométrio (um dos muito prováveis efeitos secundários do medicamento, os ovários já estavam na fase de menopausa, pois entretanto tinha começado a tomar o Zoladex, mas a ginecologista decidiu esperar mais seis meses, pois as alterações poderiam estabilizar.
Em Março deste ano, fiz a minha terceira ecografia ginecológica após o Tamoxifeno (e a segunda após o Zoladex) e a espessura do endométrio tinha continuado a aumentar e o Zoladex já tinha causado um quisto num ovário. Achei que estava pronta para a cirurgia.
A ginecologista ainda me deu como alternativa fazer uma raspagem, mas nem quis ouvir falar do assunto e falei com o meu oncologista. Este disse-me que a opção seria deixar de fazer a medicação durante uns tempos pois, por vezes, estes efeitos regredem. Mas como eu já tinha na ideia a cirurgia, acabou por dar luz verde.
Não fiz na Páscoa, pois a médica foi de ferias, mas depois ela sossegou-me que podia esperar até Junho (eu não queria em Maio por causa daquela bendita formação!). Ficou assim agendada para 4 de Junho.
Por coincidência uma colega minha também precisava de fazer a mesma cirurgia, por outros motivos, e a ginecologista marcou para o mesmo dia. Fomos à clínica e pedimos para ficarmos no mesmo quarto hehehe Na quinta à noite depois do jantar lá estávamos nós preparadinhas, ou não, para o acontecimento.
A minha cirurgia foi a primeira e correu normalmente (perdi mais sangue que o normal, mas tudo controlado) e segundo a ginecologista até ganhei um cicatriz melhorada: ) estou para ver…, depois fui para o recobro até sábado de manhã. A cirurgia da minha colega também correu bem.
À tarde já me queria vir embora e estava em pulgas hehehe. Eu bem que lhe pedi alta, quando ela nos foi ver à tarde, mas a promessa ficou para domingo à noite e foi cumprida:)
Como estava tudo a correr bem, saí de lá por volta das 21h30. O serviço foi 5 estrelas, a companhia também, mas o “colchão” era horrível, fazia-me dor nas costas, nas pernas, …, nem me lembrava da dor na barriga!
Não contei nada ao meu pai para o não preocupar e às pulguinhas disse-lhes que ia fazer uma cirurgia para não ter mais bebés, resposta delas: já tás velhinha né?
Estou a antibiótico e antipirético, pois já tive uma pontinha de febre.
Agora ando cá por casa (nem sei o que fazer), a cabeça ainda está sob o efeito da anestesia, digo eu, já é a quinta anestesia geral fora as duas raquidianas. Ainda não deu para sentir nada, fisicamente ou emocionalmente.
Desculpem lá a escrita.

13 comentários:

  1. Ola Sandra
    pois eu acho que foi a melhor opção, quando comecei com o Tamoxifeno a minha Onco tentou explicar-me os efeitos secundarios que ele acarreta para o utero, eu logo respondi que não era necessário pois o meu utero já não existia ha 3 anos, e ela me respondeu " dessa já estás safa" loll antes de me aparecer o cancro da mama, já tinha tido problemas no utero e a opção foi retirá-lo, e foi o que fizeram, fiquei com os ovarios, agora é uma questão de vigia porque o malandro do comprimido faz estragos e não é só no utero.
    Desejo-te uma rápida recuperação, com tudo a correr bem
    beijinhos
    ..

    ResponderEliminar
  2. Olá Sandra
    Sabes que me baralhei,tinha ideia que me tinhas dito que era a 18 de junho.
    Correu tudo bem,é o que interessa e é menos uma preocupação com que ficas.
    Agora toma muito cuidadinho,nada de esforços.
    Quanto ao teu pai,como já te tinha dito fizeste muito bem,a minha mãe tambem não sabe que passei por este susto,preocupações de mais já eles têm e sou de acordo que se podermos evitar dar-lhe mais preocupações e desgostos melhor.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. Que bom Sandrinha, tudo estar bem. Eu também tinha pensado nisso, mas os médicos não foram nessa e graças a Deus tem estado tudo bem.
    Ainda tomo a injecção e tomarei.....quanto ao comprimido, tomo Arimidex que não tem tantas conta-indicções mas é 500X mais caro.
    Dentro em pouco vais ficar novinha de novo, nada como o comentário das pulguinhas "já estás a ficar velhinha" essa é muito boa.
    Beijocas e cuida-te.
    Cinda

    ResponderEliminar
  4. Boa Sandra!
    E eu a julgar que tinhas ido de passeio e afinal foste para o SPA ;o) correu bem óptimo fico feliz por ti!!!
    O Tamoxofeno faz muita treta...eu já tenho útero e ovários atrofiados mas até agora nada demais. Espero que DEus me ajude e continue assim!
    Continuação de uma boa recuperação e muitas beijokassssssssssssssssssss

    ResponderEliminar
  5. Que Boas Notícias Sandra, pensei que tinhas ido de férias e afinal foste para o SPA. Agora muito cuidado, nada de esforços.
    Beijinhos e o desejo das melhoras rápidas.

    ResponderEliminar
  6. Um beijinho, querida Sandra. Esses efeitos logo, logo passam. E o que importa é que tenha corrido tudo bem. ;) Um beijinho muito grande

    ResponderEliminar
  7. E tal como já te tinha dito: o que for preciso é só dizeres. Espero que continue tudo bem.
    Com que então as crianças chamaram-te velha, delicadamente, não é? Pois cota :) tenho a certeza que vai dar tudo certo, pois és uma mulher de coragem e uma lutadora.
    Beijinho tb para o teu pai.

    ResponderEliminar
  8. Olá meninas
    Obrigada pelas mensagens:)
    Já estou melhor, menos dores e já só estou a tomar o antibiótico. Já não tomo nada para as dores.

    Cinda
    Ainda bem que te estás a dar bem:) Eu acho que a minha mãe também passou a tomar esse, depois da cirurgia igual à minha. O meu oncologista disse-me que iria fazer este durante os cinco anos e já não preciso do zoladex.

    Justme
    O meu croco tirou férias, desde 6ª que está em casa e elas estão maravilhadas, a sénior fica toda contente de ser ele a levá-la à escola. E eu até já o consigo por a seguir instruções na cozinha lol


    jokas para todas e obrigada pelas mensgens

    ResponderEliminar
  9. Então, finalmente, consegues fazê-lo cozinhar.
    ;)
    Já avisei a Marta para não te ir aborrecer este fds. Um beijão grande e tudo de bom.

    ResponderEliminar
  10. Olá, Sandra!
    Só agora fiquei sabendo da cirurgia. Que bom que tudo correu bem e desejo uma ótima recuperação. Um beijo carinhoso.

    ResponderEliminar
  11. oi Sandra,tomo tamoxofeno a 6 meses e no dia 07/06/10 tive que fazer a histerectomia com anexotomia, pois apareceram vários cistos no meu ovário e atrofiameto do endométrio...fazer o que néh...
    estou muito dolorida e espero que melhore para nós..fique com DEUS

    ResponderEliminar
  12. Oi Fátima
    Vamos ficar bem de certeza:) O pior já passou!
    Eu ja me consigo mexer muito melhor, para a semana já nem devo precisar de usar a cinta.
    jokas

    ResponderEliminar