terça-feira, 22 de abril de 2008

S. João inaugura unidade de mama

Nova unidade de diagnóstico e tratamento integra oito especialidades.
Margarida Cardoso


O Hospital de S. João, no Porto, inaugurou hoje a sua Unidade de Patologia Mamária, vocacionada para fazer diagnóstico e tratamento de cancro da mama.

A nova unidade permite realizar num único local e num só dia os exames necessários para o diagnóstico. Para a direcção do hospital, uma das vantagens desta solução é "reduzir a ansiedade associada à doença", uma vez que pretende fornecer de imediato orientações terapêuticas às doentes.

Construída de raiz, esta unidade integra oito especialidades, facilitando a interacção de uma equipa de especialistas constituída por cirurgiões, oncologistas, radiologistas, radioterapeutas, ginecologistas, genéticos, patologistas e psiquiatras.

É um modelo que procura facilitar o diagnóstico, proporcionar o acompanhamento integrado das doentes e gerar maior comodidade. Evitar a multiplicação de deslocações ao hospital e reduzir o tempo de espera de um diagnóstico são objectivos a atingir.

Para antecipar casos futuros de hereditariedade da doença, o mesmo espaço disponibiliza uma consulta de risco de cancro da mama e do ovário, criada para o estudo de familiares de doentes com história de cancro da mama na família.

Considerado um problema de saúde pública, o cancro da mama é uma patologia que vítima diariamente cinco mulheres em Portugal. Em média são diagnosticados 13 casos diariamente.

Anualmente, surgem mais de um milhão de novos casos de cancro da mama no mundo.


Sem comentários:

Enviar um comentário